Google+ Rádio Amor Sem Fim - Emoção em forma de música

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Após 60 anos juntos, casal morre de mãos dadas com horas de diferença

Um casal de idosos que passou 60 anos juntos morreu de mãos dadas, com apenas algumas horas de diferença no início deste mês em Nova York, nos Estados Unidos, segundo o jornal “New York Daily News” e a TV WGRZ (veja a reportagem em vídeo, em inglês).
Ed Hale, de 83 anos, havia prometido à mulher, Floreen Hale, de 82 anos, que nunca a deixaria. Ele permaneceu ao lado dela mesmo após ela morrer, e acabou morrendo 36 horas depois.
Os dois se conheceram em 1952. Floreen estava em uma festa com seus amigos pela primeira vez desde que havia sofrido um acidente de carro, que matou seu primeiro marido – ela estava casada havia apenas seis meses.
Ed prometeu cuidar de Floreen pelo resto da vida, e os dois nunca se separaram.

No fim de janeiro, entretanto, a promessa feita pelo homem de cuidar de sua mulher até o fim quase foi quebrada quando ele foi hospitalizado devido a um problema na perna, considerado grave pelos médicos.
Ed pediu para ver sua mulher, sem saber que ela também havia sido internada em um outro hospital com problemas no coração. Seu estado também era considerado grave.
O homem ficou inconformado. “Ele disse ‘preciso ver sua mãe, preciso falar com sua mãe. Estou morrendo, eu preciso vê-la’”, contou Renee Hirsh, filha do casal. “Foi o pior dia da minha vida.”
O hospital onde Ed estava internado concordou em transferi-lo caso suas condições de saúde melhorassem. Dois dias depois, isso foi possível, e ele foi levado para o hospital onde Floreen estava.
Os dois foram instalados em camas colocadas uma ao lado da outra. Floreen pareceu confusa ao perceber que seu marido havia chegado. “Ela achou que ele talvez já tivesse morrido”, contou a filha do casal.
Os dois trocaram juras de amor novamente, deram as mãos, e alguns minutos depois Floreen morreu. Ed permaneceu ao seu lado, e sua condição se deteriorou. Após 36 horas, ele também morreu. Os dois foram enterrados juntos no dia 13 de fevereiro.

Via G1

sábado, 14 de setembro de 2013

Música de despedida feita por viúvo de 96 anos entra na parada dos EUA

A música "Oh sweet Lorraine", composta por um homem de 96 anos após a morte da esposa de 91, com quem estava casado há 73 anos, chegou entre as dez mais vendidas na iTunes Store dos EUA na manhã desta sexta-feira (30). A faixa também entrou no ranking de "Digital rock songs" da revista "Billboard".
A "Billboard" descreveu a entrada da música na parada como "surpreendente".
Fred Stoubaugh, de Illionois, nos EUA, escreveu a letra da faixa um mês após a morte da esposa, quando ficou sabendo de um concurso musical através de um jornal. Ele não é músico profissional e disse na inscrição que não sabia cantar.
Enquanto a maioria dos participantes do concurso enviou seu material por YouTube, Fred mandou a letra da música por carta, descrevendo a história dele com Lorraine, com quem foi casado por 73 anos.
"Doce Lorraine, eu gostaria que pudéssemos viver os bons tempos de novo / Doce Lorraine, a vida acontece só uma vez, nunca de novo", diz a letra da música.
O estúdio Green Shoes, que organizou a competição, decidiu ajudar Fred a finalizar a composição, e fez a gravação com músicos profissionais.
Um documentário lançado pelo estúdio da música mostra a história da composição e a canção. No vídeo, Fred chora ao ouvir a música pela primeira vez.